Professor da ESQ representa ABENC - SP em congresso de Engenharia Civil


Prof.
Arquivo pessoal
O professor Hassan Mohamad Barakat, da Escola Superior de Química das Faculdades Oswaldo Cruz, representou a Associação Brasileira de Engenheiros Civis no Estado de São Paulo (ABENC–SP) no 25º Congresso Brasileiro de Engenheiros Civis. O evento foi realizado em Florianópolis, na Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (FIESC), de 07 a 09 de agosto, com o tema “Engenharia Civil: conhecimento e base para o desenvolvimento”.

“O evento trouxe a reunião de engenheiros do Brasil todo para apresentar propostas dentro da nossa profissão, para que não haja dúvida da atuação do engenheiro civil na questão do sombreamento com as demais engenharias”, explica o docente Hassan Barakat. “O congresso agrega maior conhecimento de novas tecnologias que estão no mercado: instalações prediais, hidrovias, ferrovias, tudo que é pertinente à Engenharia Civil. Lógico que não conseguimos abordar tudo, mas o mais importante, que estava em evidência no momento, foi discutido nesse evento”, complementa.

Debate sobre rupturas de pontes em São Paulo

Dentre os temas abordados, dois fatos ocorridos na cidade de São Paulo, com ampla repercussão, foram temas do encontro. Durante o congresso, foi debatido o rompimento de viga de apoio da ponte que leva à Dutra pela Marginal Tietê, em janeiro deste ano, e também do viaduto que cedeu dois metros na Marginal Pinheiros, próximo à ponte do Jaguaré, em novembro de 2018.

“Tivemos aqui em São Paulo duas pontes importantes que sofreram problemas de rupturas por falta de manutenção. Foram passadas novas tecnologias de como conservar e entender essa questão toda de manter uma estrutura. Não adianta pensar que fez toda uma estrutura de concreto e não precisa fazer mais nada. Não, pelo contrário. Tem uma série de procedimentos para que a gente tenha aquela estrutura resistindo ao longo do tempo”, explicou Hassan.

“Profissionais têm que manter o conhecimento atualizado, para não ficar perdido no mercado”

Hassan Mohamad Barakat atua como docente nas Faculdades Oswaldo Cruz desde 2011, nos cursos de Engenharia Civil e Engenharia Ambiental. Atualmente, ministra as disciplinas “Materiais de Construções”, “Hidráulica, Hidrologia e Saneamento”, “Climatologia, Hidrologia e Hidrogeologia” e “Sistemas Hidráulicos”. A participação em congressos possibilita ao docente proporcionar informações atualizadas em sala de aula.

“Um dos motivos de participar dos congressos, lógico que é para defender a Engenharia, mas também adquirir conhecimentos para poder trazer aos meus alunos da faculdade. Buscar conhecimentos e tecnologias novas para apresentar aos estudantes, para que se atualizem cada vez mais. A Engenharia não é diferente, por exemplo, das Ciências da Informação que necessita o tempo todo saber de novas linguagens. Profissionais têm que manter o conhecimento atualizado, para não ficar perdido no mercado”, destaca o docente.

Presidência da ABENC–SP

O professor Hassan Mohamad Barakat atualmente exerce a presidência da Associação Brasileira de Engenheiros Civis no Estado de São Paulo. A entidade atua na defesa dos interesses da profissão de engenharia da área civil, resguardar as atribuições, além de ser voltada ao aperfeiçoamento técnico, científico e cultural destes profissionais.

“Atuamos na defesa dos interesses da profissão de engenharia da área civil. A área sofre sombreamento de outras engenharias. Precisamos manter um currículo mínimo que seja da Engenharia Civil. Estamos em uma discussão sobre as atribuições dos engenheiros civis no que diz respeito á parte elétrica em uma residência”, analisa. “Também trabalhamos na fiscalização da própria profissão, para não deixar outros profissionais atuando como engenheiro civil. Temos toda essa preocupação em defender nossa profissão”, completa o docente.

Publicado em: 30/08/2019 18:42:00 por: Egidio Oliveira